O amor precisa ser alimentado?


Uma questão interessante, com uma proposta bem intencionada talvez, de fazer com que casais mantenham o casamento e não ocorram tantos divórcios como atualmente.

Esta proposta é comum principalmente de religiosos que pregam a manutenção a qualquer custo de seu casamento, por que seus conceitos estabelecem que o casamento é sagrado.

Já ouvi a fala de uma pastora: que as mulheres que possuem um homem gordo careca que não sai do sofá, devem agradecer a Deus por ter aquele companheiro.

Um casal em uma emissora de TV dá conselhos diariamente para que se mantenha o casamento. Em resumo os conselhos pregam que as mulheres devem obedecer aos homens e ser grata por te-lo em sua vida.


Mas quanto a pergunta a resposta é Não. Não é possível alimentar o amor. Alimentar um sentimento significa que pode controlar. Controle significa que pode dosar esse amor, ou mesmo escolher a quem dedica-lo ou interromper quando quiser.


Quem ama de verdade, sabe muito bem que não se escolhe a quem se ama nem a intensidade. Sempre comparo o amor verdadeiro ao amor aos filhos. Não tem a menos condição de dosar este amor. Não existe limite, critérios ou qualquer outra possibilidade, mesmo que esse filho se torne um ser terrível.



É possível alimentar a relação. Apimentar a relação. Inúmeras possibilidade de melhorar a convivência, ou fazer com que a outra pessoa sinta-se mais a vontade com você. Isso pode ser feito com uma boa viagem, um passeio, um jantar, uma noite de sexo, ou mesmo um ato mais singelo que represente toda a sua dedicação ao relacionamento.


Mas isto não vai aumentar de forma alguma o amor da outra pessoa, principalmente se já não existe mais.

Por isso é sempre bom ver o quanto você se entrega a uma relação, se está bem para os dois lados, por que a partir do momento que o amor acaba, não tem como segurar nada.



Esta clássica pergunta da imagem ao lado, é uma das piores analogias que eu já li e vale lembrar o seguinte.

1º - Deixar acabar a gasolina é infração média, com multa de 4 pontos e remoção do Veículo.

2º - Se o veiculo está consumindo muito, sempre tenho a opção de trocar este carro, ou mesmo vender e usar transporte publico. Não preciso ficar com um carro que bebe demais e não estou contente com ele.

E pra fechar esta péssima analogia: sempre devemos buscar uma versão mais nova, trocar por um modelo mais novo, pois o antigo desvaloriza e com o novo modelo vem avanço tecnológico, conforto e segurança.

inicial.jpg
eneagrama.jpg
consultas.jpg
livros.jpg
curso.jpg
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now