Não pode falar nada?

Está circulando nos portais e jornais do país que o Ministro Alexandre de Moraes (Lex Luthor) será o relator do inquérito que vai contar com delegados da Policia Federal e da Policia Civil de São Paulo para investigação de crimes contra a corte.



Vão levantar noticias falsas e declarações feitas conta o STF, assim como denuncias caluniosas, injurias ou quaisquer outras ofensas contra o órgão ou seu membros.

Segundo ele existe um esquema de divulgação de massa, que abona com recursos financeiros os divulgadores de noticias ou comentários difamatórios contra o STF.





Não vamos negar que o Ministro tem lá sua competência como investigador. Aliás foi isso que o promoveu ao cargo atual. Quando era secretário de Segurança em São Paulo, um hacker clonou o celular da jovem esposa de Michel Temer, presidente na época e ameaçou divulgar fotos dela.


O presidente pediu apoio ao governo de São Paulo, quando o desaparecido Geraldo Alckmin era governador, colocou seu secretário para o caso.

Em tempo record, nunca antes visto neste país, o hacker foi localizado, preso, julgado e condenado, até hoje cumprindo pena, pelo então secretário Alexandre de Moraes.

Logo em seguida, Temer nomeia como Ministro.



Tirando o rapapé, agora ele volta para o ramo da investigação.

Mas não tem cabimento esse "aue" todo. Por que não podem mais falar nada sobre o STF?

Por que não pode falar sobre qualquer instituição neste país, que segundo eu sei, desde 1986 é um país livre. Já faz 33 anos que ninguém é condenado por falar mal ou bem de uma instituição, governo, órgão. Aliás a constituição de 1988 garante a liberdade para falar o que quiser.


Eu sei que vai colocar o fato que existe alguém pagando para falar mal. Mas ai tem que olhar os dois lados, pois o governo paga para Emissoras de TV, Jornais, Portais, para falar bem.

Muitas vezes ocultando a realidade e falando somente o lado bom. Temos emissoras de TV que ficaram milionárias com isso.

Se pagam para falar bem, por que não pode para falar mal?


É um argumento bobo. Tão bobo quanto achar que a Suprema corte é onipotente, que não possa receber crítica de todo e qualquer pessoa neste país.

O melhor que poderiam fazer seria não dar tanto motivo para que todos falem mal.

Agir com maior discernimento e entendimento da opinião pública, por que entender as suas decisões não compete somente aos magistrados e afins. O que fazem tem reflexo direto com a população.


É só lembrar que são funcionários públicos e trabalham para 209 milhões de pessoas que pagam impostos.


inicial.jpg
eneagrama.jpg
consultas.jpg
livros.jpg
curso.jpg
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now